CONTATO (contato@professorpina.com) | BUSCA: Todos os posts | RSS | Conceitos filosóficos

PUBLICAÇÕES

17/2/2019
Por: Professor Fernando Pina

6/2/2019
Por: Professor Fernando Pina

29/7/2018
Por: Prof. Pina

13/6/2017
Por: Professor Pina

19/5/2017
Por: Professor Pina

P�gina 1 de 13 - Primeira Anterior [ 1 ] 2 3 4 5 Próxima Última

12/8/2016
Por: Professor Pina

Um histórico da construção ética - Grécia Antiga

Compartilhe

Para meus alunos da Escola Estadual Frei Othmar.

Conteúdo previsto para duas aulas.

Capítulo 27 do livro didático citado abaixo.

Grécia Antiga

Sócrates: questionava o que são a virtude e o bem. Com isso interrogava a sociedade se os costumes considerados virtuosos e bons correspondiam efetivamente à virtude e ao bem e se os indivíduos sabem realmente e o significado e a finalidade de suas ações, se seu caráter ou sua índole eram bons e virtuosos de fato. As questões socráticas dão origem à ética, pois estabelecem as bases para o surgimento da consciência e do agente moral. (Chauí p. 263)

Para o filósofo, a busca pelo conhecimento racional aprimora as virtudes e consequentemente a conduta moral. Para ele, toda conduta moral possui uma razão de acontecer, ou seja, toda escolha ou ação se fundamenta no conhecimento que o sujeito tem e, que por isso, conhecer e conhecer a si mesmo são fundamentais para a ética socrática.

Aristóteles: distingue entre o saber teórico ou contemplativo e saber prático. O saber teorético é o conhecimento de seres e fatos que existem e agem independentemente de nós e sem a nossa interferência, isto é, de seres e fatos naturais e divinos. O saber prático é o conhecimento daquilo que só existe como conseqüência de nossa ação e, portanto, depende de nós. A ética e a política são saberes práticos. O saber prático pode ser de dois tipos: práxis ou técnica.

Na práxis, o agente, a ação e a finalidade são inseparáveis. Exemplo: dizer a verdade.

Na técnica, o agente, a ação e a finalidade da ação são diferentes e estão separados, sendo independentes uns dos outros. Exemplo: a arte de ser carpinteiro (produção de uma mesa).

A ética pertence ao campo da práxis.

Devemos a Aristóteles a definição do campo das ações éticas, que são definidas pela virtude, pelo bem, pela obrigação, pela escolha ou decisão e pela deliberação. O filósofo acrescenta à consciência moral a vontade guiada pela razão. Para ele, a virtude mais importante é a prudência ou sabedoria prática.

Os gregos deixaram para nós que por natureza, somos passionais, e a tarefa da ética é educar nosso caráter ou nossa natureza para seguirmos a orientação da razão. (Chauí, p.265)

Vídeos: A ética para Sócrates e Platão | A ética para Aristóteles

Exercícios:

1-      Quando e de que forma nasce a filosofia moral ou a ética?

2-      Como Sócrates contribuiu para o nascimento da ética?

3-      Por que, segundo Aristóteles, o possível é pertinente à ética, mas o necessário não?

4-      Para os filósofos da Antiguidade, qual era a função da ética?

Referência: CHAUI, Marilena. Iniciação à Filosofia. São Paulo: Ática, 2013.

Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!

Leia tamb�m...

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Prof. Pina

Questões de filosofia no Enem 2017

s

Por: Professor Pina

Principais períodos da história da filosofia

s

Por: Professor Pina

Links sobre assuntos de filosofia trabalhados no Ensino Médio

s Mais

BUSCA: Todos os posts
Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!



Significados de conceitos filosóficos:

Lista de conceitos filosóficos

2015 - Desenvolvido por publicasite.com

Todos os posts

Pesquisa de conceitos filosóficos