CONTATO (contato@professorpina.com) | BUSCA: Todos os posts | RSS | Conceitos filosóficos

PUBLICAÇÕES

17/2/2019
Por: Professor Fernando Pina

6/2/2019
Por: Professor Fernando Pina

29/7/2018
Por: Prof. Pina

13/6/2017
Por: Professor Pina

19/5/2017
Por: Professor Pina

P�gina 1 de 13 - Primeira Anterior [ 1 ] 2 3 4 5 Próxima Última

9/3/2017
Por: Professor Pina

Natureza e Cultura

Compartilhe

Marilena Chauí, no seu livro didático "Iniciação à filosofia", capítulo 23, aborda o assunto natureza e cultura. 

Tal assunto é trabalhado no segundo ano, cujo foco é proporcionar ao estudante reflexões sobre o ser humano como um sujeito que constrói e é construído pelo seu contexto histórico, social, político e cultural.

Ser capaz de distinguir entre os conceitos de natureza e cultura é requisito fundamental para o estudante de filosofia do segundo ano do Ensino Médio.

Definimos natureza como tudo aquilo que está "aí", que existe por si mesmo e que portanto não depende do ser humano. 

Já por cultura se entende tudo aquilo que é fruto do ser humano. Ela é exclusiva do ser humano, portanto, só existe porque nós existimos.

O ser humano, primordialmente, é um ser da natureza, sendo um animal como tantos outros. No entanto, nós nos diferenciamos graças à aquisição da consciência, como fruto do processo evolutivo de nossa espécie.

Consciência é o "saber de si". Temos noções sobre nós. Ideias de passado, presente e futuro. Adquirimos conhecimento, ou ao menos, entendimentos da realidade que nos cerca intervindo sobre ela. Percebemos que nossas ações transformam o nosso meio. Ações essas designadas como trabalho, outro conceito importante desse estudo.

Consciência e trabalho, portanto, são os ingredientes para o surgimento e constituição  da cultura, a qual proporciona ao ser humano um mundo próprio e dinâmico fruto de sua interação com a natureza, consigo e com os demais.

A cultura também possui uma dimensão simbólica na medida em que o ser humano cria representações com significados, por exemplo a cor branca significa paz, uma seta indica direção, 2 é a soma de 1 +1. Também criamos normas, regras, leis e estabelecemos costumes a partir de hábitos e tradições.

Todavia, podemos confundir dimensões culturais com naturais, causando o processo de naturalização de elementos culturais. Por exemplo, quando afirmamos que homem não chora, ou que a mulher é o sexo frágil, ou que a família é constituída de mãe, pai e filhos, ou que é pelo trabalho que conseguimos riquezas e etc. Distinguir entre o natural e o cultural não é tarefa fácil, uma vez que criamos e transformamos nosso meio convertendo o natural em cultural, porém o contrário é impossível.

Exercícios:

1) Pesquise sobre os vários significados de natureza.

2) Em que sentido se afirma que o ser humano é também natureza?

3) A formiga faz o formigueiro, o homem faz sua casa. Mas por que apenas ao homem é atribuído essa atividade como cultura?

4) Dê ao menos três sendito atribuídos cotidianamente à palavra cultura.

Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!

Leia também...

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Prof. Pina

Questões de filosofia no Enem 2017

s

Por: Professor Pina

Principais períodos da história da filosofia

s

Por: Professor Pina

Links sobre assuntos de filosofia trabalhados no Ensino Médio

s Mais

BUSCA: Todos os posts
Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!



Significados de conceitos filosóficos:

Lista de conceitos filosóficos

2015 - Desenvolvido por publicasite.com

Todos os posts

Pesquisa de conceitos filosóficos