CONTATO (contato@professorpina.com) | BUSCA: Todos os posts | RSS | Conceitos filosóficos

PUBLICAÇÕES

29/4/2017
Por: Professor Pina

Os períodos da filosofia grega

Compartilhe

Resumo elaborado do capítulo 4 do livro didático Iniciação à Filosofia de Marilena Chauí.

São quatro os principais períodos da filosofia grega:

1- Período pré-socrático ou cosmológico, do fim do século VII a.C. ao fim do século V a.C.

2- Período socrático ou antropológico, do fim do século V a.C. ao fim do século IV a.C.

3- Período sistemático, do fim do século IV a.C. ao fim do século III a.C.

4- Período helenístico ou grego-romano, do fim do século III a.C. ao século VI d.C.

 

1- Período pré-socrático

Nesse período, a filosofia se ocupa fundamentalmente com questões relacionadas à natureza como princípios que fundamentam tudo, com a ordem do mundo e a causa das transformações na natureza.

A filosofia pré-socrática se desenvolve em cidades da Jônia (hoje, Ásia Menor): Mileto, Éfeso, Samos e Clazômena; em cidades da Magna Grécia (hoje. sul da Itália e ilha da Secília): Crotona, Tarento, Eleia e Agrigento; e na cidade de Abdera, na Trácia (hoje, nordeste da Grécia).

Principais características da cosmologia:

  • Explicação racional e sistemática sobre a origem, ordem e transformação da natureza;
  • Busca do princípio natural, eterno e imperecível, gerador de todos os seres. Esse princípio é a physis;
  • Ententimento de que, apesar da physis ser imperecível, ela dá origem a todos os seres perecíveis e mortais;
  • Afirmam que, embora a physis seja imutável, dá origem a seres mutáveis e a ciclos de mutação, ou seja, o movimento ou o devir.

Embora todos os pré-socráticos afirmassem as ideias expostas, havia divergências sobre a concepção de physis e seus desdobramentos. Por exemplo, Tales de Mileto dizia que o princípio de tudo era a água ou o úmido; Anaximandro dizia que era o ilimitado; Anaxímenes que era o ar ou o frio; Pitágoras de Abdera dizia ser o número; Para Heráclito de Éfeso a physis era o fogo; Empédocles dizia ser os qutro elementos (terra, água, ar e fogo); Anaxágoras falava de sementes que continua a origem de tudo e Leucipo e Demócrito afirmavam ser o átomo o princípio de todas as coisas.

2- Período socrático ou antropológico

A filosofia passa a se interessar pelas questões humanas - isto é, a ética, a política e as técnicas - e busca compreender qual é o lugar do homem no mundo.

O desenvolvimento das cidades, do comércio, do artesanato e das artes militares; bem como as reformas do governador de Atenas Péricles favoreceu o desenvolvimento dessa filosofia.

Foram instituidas ideias como cidadania, democracia e a preocupação com a formação do cidadão.

Neste cenário, surgiram os Sofistas, mestres que ensinavam a arte da retórica ou de como convencer sobre uma verdade e o filósofo Sócrates, como um grande opositor dos sofistas.

Sócrates propunha que, antes de querer conhecer a natureza ou persuadir os outros, cada um deveria conhecer-se a si mesmo.

Um dos principais discípulo de Sócrates foi Platão que, nos seus diálogos (obras) tinha Sócrates como o principal personagem.

A verdade para Sócrates não é oponião ou ponto de vista, mas a definição conceitual das ideias.

Principais características do período socrático:

  • A filosofia se volta para questões humanas;
  • Concebe o homem como um ser racional capaz de conhecer-se a si mesmo e de fazer reflexão;
  • Busca critérios para o pensamento;
  • Busca definições de virtudes individuais e coletivas, inauguração da ética e da política;
  • Sócrates e Platão se opõem aos Sofistas inaugurando uma grande discussão entre o sensível e o inteligível.

 

3- Período sistemático

Quando a filosofia busca reunir e sistematizar tudo quanto foi pensado até então. A filosofia se interessa  em mostrar que tudo pode ser objeto do conhecimento filosófico. Nesse período desenvolve-se a teoria do conhecimento, a psicologia e a lógica. Além disso, os filósofos procuram encontrar o fundamento último de todas as coisas, mais tarde chamada de metafísica. O principal filósofo dessa época foi Aristóteles.

4- Período helenístico

Também conhecido como a expansão do pensamento grego. Esse perpiodo abrange a época da hegemonia do Império Romano e do surgimento do cristianismo, a filosofia se ocupa sobretudo com as questões da ética, do conhecimento e das relações entre o homem e a natureza, e de ambos com Deus.

 

Exercícios:

1) O que é a physis?

2) Pesquise sobre os sofistas Protágoras de Abdera e Protágoras de Abdera (online por smartphone).

3) Aristóteles foi um dos primeiros a fazer uma divisão dos campos do saber. Através do livro didático, faça um resumo de cada uma delas.

Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!

Leia também...

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Professor Fernando Pina

Plano de Curso Anual de Filosofia para o Ensino Médio com base no livro didático Reflexões: Filosofia e cotidiano de José Antônio Vasconcelos

s

Por: Prof. Pina

Questões de filosofia no Enem 2017

s

Por: Professor Pina

Principais períodos da história da filosofia

s

Por: Professor Pina

Links sobre assuntos de filosofia trabalhados no Ensino Médio

s Mais

BUSCA: Todos os posts
Inscreva-se e fique por dentro de nossas novidades!



Significados de conceitos filosóficos:

Lista de conceitos filosóficos

2015 - Desenvolvido por publicasite.com

Todos os posts

Pesquisa de conceitos filosóficos